Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.

MEDIA

MEDIA. NOTÍCIAS.

CORTICEIRA AMORIM APOIA CRIAÇÃO DE SALA A+ QUE SIMULA VISITA À TORRE DOS CLÉRIGOS

3 Dezembro 2015

Inaugurado hoje no âmbito do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, este novo espaço da cidade do Porto visa melhorar a experiência de pessoas de autonomia condicionada

A Corticeira Amorim é parceira da iniciativa ACESSO lançada pela Câmara Municipal do Porto, que visa melhorar a experiência das pessoas com deficiência na cidade do Porto, nos contextos urbanístico, social, cultural e económico. A sequência de eventos dedicados à melhoria das acessibilidades foi distribuída pelo ano de 2015, estando marcada para hoje, dia 3 de Dezembro, a apresentação do "Acesso.04 - Cultura, Património e Inclusão".

Neste âmbito, a Amorim Isolamentos apoiou a criação de uma cápsula semicircular de cortiça, que ficará instalada no Museu da Torre dos Clérigos. Trata-se de um posto de perceção multissensorial que simula a visita ao topo deste edifício histórico e emblemático da cidade do Porto que, desta forma, torna possível a observação em tempo real das vistas panorâmicas, até aqui só conseguidas com a subida à Torre. Por esta via,  alarga-se o acesso de todos os visitantes a uma das experiências mais procuradas da cidade.

João Pestana, da Divisão Municipal de Planeamento e Ordenamento do Território, selecionou o aglomerado de cortiça expandido, da Amorim Isolamentos, por se tratar de um material versátil, que se adequa ao conceito idealizado, cumprindo os requisitos de isolamento necessários para possibiliar uma boa experiência aos visitantes.  O arquiteto responsável pelo projeto explica o seu conceito: "Num corpo cilíndrico, dispôs-se, de acordo com a orientação original, sete monitores vigilantes sobre a paisagem, transmitindo em tempo real a circunstância. À cápsula, construída a partir da sobreposição de painéis de cortiça, compete o apoio aos aparatos tecnológicos e o isolamento necessário à observação. Enquanto a estrutura circular permite a simples disposição na sala, a sua composição, em blocos leves, possibilita a fácil montagem, a versatilidade, o conforto e a segurança necessários ao espaço expositivo. O resultado é uma sala mais acessível, mais acolhedora, mais atraente, A+."

A iniciativa "Acesso.04 - Cultura, Património e Inclusão" fecha o ciclo de eventos dedicados à acessibilidade, procurando colmatar as dificuldades existentes no património edificado. Para a criação deste espaço foram aproveitados os recentes trabalhos de renovação e reconversão de um dos mais prestigiados edifícios da cidade do Porto, o complexo dos Clérigos (Torre, Igreja e Museu).

Lia Ferreira, Provedora Municipal dos Cidadãos com Deficiência, destaca "Este momento marcante para a história da Cidade do Porto e, certamente, para todos os visitantes da Torre dos Clérigos, surgiu de uma ideia e do desejo pessoal, de estender os horizontes da Inclusão/Integração mesmo quando em causa está o Património Arquitetónico e Cultural da Cidade. Neste sentido, foi essencial a parceria com a empresa Amorim Isolamentos que muito rapidamente entendeu a visão estratégica do Projeto apresentado, associando-se da melhor forma possível. Esta união entre a Câmara Municipal do Porto, a Amorim Isolamentos e a Irmandade dos Clérigos torna-se assim exemplo de que é possível fazer mais e melhor por todos quando se unem esforços e entusiasmo no mesmo sentido."

O evento de inauguração do "Acesso.04 - Património, Cultura e Inclusão" será realizado hoje, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, na Sala + da Torre dos Clérigos, numa cerimónia presidida por Rui Moreira, Presidente da Câmara do Porto, a que se juntam Carlos Manuel Oliveira, CEO da Amorim Isolamentos, e o Padre Américo Aguiar, Presidente da Irmandade dos Clérigos.

Sobre as iniciativas ACESSO

No âmbito da comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, a Provedoria Municipal dos Cidadãos com Deficiência da Câmara do Porto, em parceria com a Associação Regional de Proteção do Património Cultural e Natural (ARPPA), organizou uma sequência de eventos intitulados ACESSO. São dedicados à acessibilidade, visam construir espaços de debate e diálogo e encontram-se subdivididos em diversas categorias, dos quais serão retiradas algumas ideias nucleares.

A sequência de eventos será finalizada no dia 3 de Dezembro de 2015 com a apresentação de um manifesto que reúne todas as matérias dos vários ACESSO, de forma a criar eixos de orientação estratégica.